MENSAGEM DE ANO NOVO

MENSAGEM DE ANO NOVO

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Ditadura NÃO!


Acompanho desde o ano passado aqueles que eram os "protestos" contra o Governo Dilma, contra a corrupção e etc.

Sou daqueles que acho mais do que louvável que às pessoas possam ir às ruas, questionar, divergir nas opiniões, criticar.

É claro que depois do golpe dado com o afastamento da Presidente Dilma, esses mesmos manifestantes sumiram, mostrando assim qual é era a verdadeira intenção ou interesses.

No entanto, diante de tudo que vi, me surgiu a necessidade de fazer uma breve reflexão sobre um ponto específico (destacado nas fotos).

Aqueles(as) que foram às ruas pedir o fim da democracia, a intervenção militar e falar contra Cuba, o Comunismo, Paulo Freire e a Conscientização, muitos deles jovens, o fizeram ao meu ver por duas "razões".

Primeiro, a "razão" daqueles(as) que foram beneficiados na época da Ditadura, que se identificaram com o projeto de repressão ou atuaram a seu serviço, que por sua vez são saudosistas.

Segundo, a "razão" dos(as) que não tem qualquer compreensão ou noção do que realmente significou aquele período obscuro e tenebroso da vida de nosso país.

Onde essas duas "razões" se encontram? na cegueira ou na imbecilidade de achar que num período ditatorial teriam liberdade para protestar sem que fossem pisoteados por cavalos, agredidos, presos, torturados e mortos, como ocorreu com vários brasileiros(as) que ousaram se opor ao regime militar.

É certo que os jovens que empunharam cartazes e faixas pedindo intervenção militar, não conhecem a história política do Brasil ou pelo fato de pertencerem a um setor "privilegiado" da sociedade se aventuram com tamanha insensatez.

As conquistas que alcançamos (em especial a oportunidade de retomar as vias democráticas na vida política do país) devem ser defendidas por todos(as) aqueles(as) que não querem ver um retrocesso nos rumos de nossa pátria amada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário